Vox Patriae

Fevereiro 12 2010

 

No dia do 20º aniversário da libertação de um símbolo universal da liberdade, em Portugal uma providência cautelar visa impedir a publicação de um trabalho jornalístico no semanário Sol.

Manuela Moura Guedes, face a isto, chegou a afirmar que "foi oficializada a censura em Portugal", à margem da apresentação de um livro de crónicas de Mário Crespo, que viu um artigo seu não ser publicado, em circunstâncias ainda por esclarecer.

 

Já todos sabemos que este Governo e, em especial, o Primeiro-Ministro têm uma relação difícil com a comunicação social. Não creio, no entanto, que a liberdade de expressão em Portugal esteja em causa: Está doente, sim, por via de todas estas suspeitas. Nem que seja por alguma ingenuidade, penso que Portugal tem os órgãos e os mecanismos suficientes de forma a garantir o exercício da liberdade de expressão, tal como constitucionalmente consagrada.

 

Situações como a que se vive hoje são sintomas de um governo e de um Primeiro-Ministro desorientados e perdidos numa encruzilhada política. No entanto, não creio que a questão da governabilidade aqui se possa inserir.

 

Como disse, penso que existe liberdade de expressão em Portugal, mas não deixo de reconhecer que existem indícios de algo de muito grave e sinuoso. Ainda mais preocupado fico quando todos se preocupam com processos e ninguém atenta no conteúdo das escutas que vão sendo divulgadas: Se por um lado há um caso judicial, não deixa de ter repercussões fortemente políticas.

 

Aguardemos pelos próximos capítulos. Pelo que sei, o Sol está a chegar às bancas e eu não tardo a lê-lo, nesta madrugada em que parto para Salamanca.

publicado por André S. Machado às 03:06

Um blog de André S. Machado
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15

22
24

28


Ligações
Pesquisa
 
subscrever feeds
blogs SAPO