Vox Patriae

Fevereiro 20 2010

 

Escreve o Público que mais de cinco mil pessoas marcaram presença numa Marcha pela Família, na Avenida da Liberdade. A principal reinvidicação era pelo referendo à nova lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo

 

Cada vez mais me convenço que a família, enquanto célula fundamental da estrutura social, está ameaçada por uma nova e pretensamente progressista ideologia.

Não defendi e continuo a não defender o referendo porque considero que a alteração legislativa que se propõe parte de um pressuposto inconstitucional, logo não se deve referendar algo que, à partida, vai contra a Constituição, isto do ponto de vista jurídico. No campo dos valores e das concepções de família, a questão é polémica e reservo-me para uma reflexão posterior, sobre o quadro legislativo que se impuser, porque nunca é de mais relembrar que o processo legislativo ainda não terminou e o diploma terá de passar pelo Presidente da República que, com grande probabilidade, o submeterá ao juízo de constitucionalidade do Tribunal Constitucional.

 

No entanto, e considerando a minha posição, não posso deixar de reconhecer a relevância destes movimentos: Se o povo clama por um referendo é porque quer dizer de sua justiça e são iniciativas como esta que me fazem pensar a minha opinião e deviam fazer pensar aqueles que legislam.

Os valores e a identidade de um país são coisas sérias de mais para andarmos, constantemente, nas ruas e em crispação. O país tem outros problemas com que nos devemos preocupar!

publicado por André S. Machado às 22:33

Fevereiro 20 2010

 

Acompanho, desde manhã, a autêntica tragédia que as televisões nos fizeram chegar da Região Autónoma da Madeira.

Já ouvi muitos falar sobre o mau ordenamento do território e outros até já a atribuir culpas e a procurar responsáveis. Já por diversas vezes escrevi sobre a necessidade de repensar as políticas de ordenamento do território do nosso país que se vê vidas de cidadões e património nacional ameaçados por um qualquer temporal ou fenómeno natural mais adverso.

No entanto, a hora é de solidariedade e de apoio ao povo da Madeira: A esta hora, o número de mortos é impressionante e os feridos aumentam a cada hora. A urgência está em acorrer aos hospitais e tratar dos feridos, em enterrar os mortos com a honra que merecem os nossos compatriotas madeirenses, em resconstruir / reabrir / reerguer.

Os meus sentimentos estão com as vítimas, os meus pensamentos estão nos feridos, a minha esperança está na Madeira e nas suas gentes.

publicado por André S. Machado às 22:24

Fevereiro 20 2010

Henry Ford (30 de Julho 1863 - 7 de Abril 1947)

 

O melhor uso do capital não é fazer dinheiro, mas fazer dinheiro para melhorar a vida

 

Até um erro pode revelar-se um elemento necessário para um feito meritório

 

Pensar é o trabalho mais difícil que existe e esta é provavelmente a razão porque tão poucos se dedicam a ele

 

Fracasso é a oportunidade de começar de novo com mais inteligência e redobrada vontade

 

Nota: Nas duas últimas semanas a rúbrica esteve interrompida por problemas de publicação no próprio blog.

publicado por André S. Machado às 00:30

Um blog de André S. Machado
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15

22
24

28


Ligações
Pesquisa
 
subscrever feeds
blogs SAPO