Vox Patriae

Março 01 2010

Escreve o Público (Aqui) que pais e professores portugueses reclamam mais apoios para o ensino especial, profundamente alterado pelo último governo. Por vezes, quando se quer alterar qualquer coisa, é responsável dar um passo de cada vez e reformas abruptas resultam, muitas vezes, nisto: Onde se quer promover a igualdade, criam-se desigualdades e, em certos casos, dificuldades sérias de desenvolvimento.

 

Este assunto é algo que me diz muito, por ter crescido ao lado de muitas crianças deficientes ou com dificuldades educativas sérias, que a minha mãe, pela sua formação académica e actividade profissional teve de acompanhar, num trabalho que conheço e reconheço de enorme esforço, dedicação e paciência.

A escola tem de ser inclusiva, com certeza. Não se compreende como se podem concentrar todas as crianças deficientes num estabelecimento, criando, tantas vezes, graves transtornos aos pais ou encarregados de educação. Não se compreende, também, como estas crianças são tantas vezes acompanhadas por professores sem formação específica que, mesmo com a imensa boa vontade, não estão munidos dos instrumentos necessários para lidar com esta realidade.

Uma verdadeira reforma, inclusiva e promotora da igualdade, deve sublinhar o papel do professor e relevar a sua formação; deve afastar-se de paternalismos bacocos e apostar no trabalho pessoal da criança em conjunto com o seu professor; deve, sobretudo, estar inserida na cada vez mais urgente reforma global do sistema educativo, só conseguida através de uma concertação profunda entre Legislador, professores, alunos, forças sociais e sociedade civil.

publicado por André S. Machado às 16:43

Março 01 2010

 

Há pouco ouvia o Presidente da República, que deu o seu alto patrocínio a uma acção de solidariedade da SIC, falar aos portugueses agradecendo a solidariedade que todos protagonizam num momento como é o que a Região Autónoma da Madeira e os madeirenses vivem.

 

Não só refiro como sublinho e enfatizo as palavras do Presidente. De facto, face a uma catástrofe de dimensões imemoráveis, na Madeira, o povo português acorreu aos seus compatriotas, num altruísmo que sempre caracterizou e continua a definir-nos. Apenas em linhas telefónicas e contributos mínimos de 50 cêntimos, foram reunidos bem mais de meio milhão de euros, num espaço de horas, creio eu. É incrível como uma ocasião tão infeliz como foi a tempestade na Madeira pode ser dínamo do melhor que o Ser Humano pode protagonizar.

 

Hoje, pelo que vejo que está a ser (bem) feito na ilha, pelo altruísmo dos meus compatriotas e por toda uma união nacional em torno da ajuda aos que sofre, sinto um enorme orgulho em ser mais um no meio de dez milhões de pessoas extraordinárias.

publicado por André S. Machado às 02:19

Março 01 2010

 

Assisti, há minutos, ao último "As escolhas de Marcelo". Habituei-me, desde cedo, a seguir o comentário político do Professor de quem este ano, tenho a honra de ser aluno. Ao domingo, a seguir ao telejornal, faltar-me-á algo. Foi sempre uma opinião que gostei de ouvir sobre os mais variados acontecimentos nacionais: pela perspicácia, pela oportunidade, mas sobretudo pela astúcia e capacidade de ver muito além daquilo que se nos aparece, à primeira vista.

 

O Prof. Rebelo de Sousa goza de uma popularidade imensa junto dos portugueses e a sua dimensão mediática torna o seu comentário político num acontecimento político, que marca a agenda nacional. A sua saída da TVI e as circunstâncias que a envolveram foram mote de uma dissolução parlamentar e esta recente saída da RTP ainda vai dar que falar. Esta dimensão política não se ganha do dia para a noite: é resultado, isso sim, de uma construção de simpatia, afabilidade e proximidade com o público que está ao alcance dos melhores comunicadores.

 

Tendo o privilégio de ser seu aluno e de, enquanto dirigente associativo, ter algum contacto com o Professor, permito-me considerar que a RTP perde um espaço muito relevante e que os portugueses se vêem, a partir de hoje, privados de uma visão única sobre o estado e o futuro do país.

publicado por André S. Machado às 01:56

Um blog de André S. Machado
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Ligações
Pesquisa
 
subscrever feeds
blogs SAPO