Vox Patriae

Outubro 17 2009

Sir Arthur Conan Doyle (22 de Maio 1859 - 7 de Julho 1930)

 

Não me lembro de alguma vez me ter cansado a trabalhar, mas o ócio deixa-me completamente exausto

 

A mediocridade não enxerga além de si mesma; mas o talente reconhece instantaneamente o génio

 

Há muito tempo que o meu axioma é o de que as pequenas coisas são infinitamente as mais importantes

 

De todas as ruínas, a de uma mente nobre é a mais deplorável

publicado por André S. Machado às 18:22

Um blog de André S. Machado
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

16

19
20
21
23

27
28
29
30


Ligações
Pesquisa
 
blogs SAPO