Vox Patriae

Janeiro 16 2010

Eugénio de Andrade (19 de Janeiro 1923 - 13 de Junho 2005)

 

Nenhum poeta autêntico (a expressão é pleonástica), pode aceitar, como regra de jogo, agradar; pelo contrário

 

O mal é a ausência do homem no homem

 

Uma palavra é como uma nota que procura outras para um acorde perfeito

 

O poeta é incapaz de conter um segredo: acaba sempre por dizer no poema aquilo que queria guardar só para si

 

Foi sempre pelos olhos dos nossos poetas que o português viu mais longe e mais fundo

publicado por André S. Machado às 03:11

Um blog de André S. Machado
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14

17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29



Ligações
Pesquisa
 
blogs SAPO