Vox Patriae

Abril 25 2010
Sr.ª do Almurtão
Este ano faltei à romaria da Sr.ª do Almurtão!... Compromissos académicos impediram-me de rumar a Idanha-a-Nova para um dos momentos mais importantes para os idanhenses, pelo profundo significado religioso que se alia a muitos costumes e tradições próprios da época pascal e que se estendem até à segunda semana após a ressureição do Senhor.
Idanha tem muitas e ancestrais tradições entre as quais se destaca, em grande medida, a romaria da Sr.ª do Almurtão. A profunda devoção pela Santa, num concelho devoto à Fé cristã, é quase que uma marca identitária das gentes da raia.
Ao forte carácter religioso alia-se sempre uma autêntica festa do povo beirão, que ruma à Ermida para um convívio que se prolonga no fim-de-semana, para culminar nas cerimónias de segunda-feira, feriado municipal, em honra da nossa padroeira. É uma tradição que vive e que une todos os idanhenses.
Sr.ª de Mércoles
Entretanto, também em Castelo Branco houve romaria, a festa da Sr.ª de Mércoles! Se em Idanha o dia grande é segunda-feira, em Castelo Branco é no dia seguinte. Não sou tão assíduo como na Sr.ª do Almurtão, mas é também um momento a que não falto, sempre que posso, pelo significado que tem para os albicastrenses e para todo um distrito.
Club União Idanhense
O CUI está prestes a terminar, dizem-me os mais pessimistas... Realmente, pelo que sei, a situação não está nada fácil e vai da autêntica bancarrota a suspeitas sobre a gestão dos fundos deste clube quase centenário.
É com muita tristeza que assisto à queda de uma colectiviade que há noventa e três anos representa Idanha nas mais variadas modalidades, com natural destaque para o futebol. O CUI já faz parte da vila e do concelho, deixá-lo morrer assim é quase como perder uma parte de Idanha. No meio de tudo isto, acho ainda mais incrível não ver uma vontade e um esforço colectivo para salvar o clube. Circulam rumores de uma nova organização desportiva, à qual não tenho nada a objectar, mas não seria melhor, por uma questão de respeito histórico, lutar pela manutenção do nosso Idanhense?
Problemas para os lados de S. Miguel
Em S. Miguel d´Acha, aldeia do concelho de Idanha, parece que a "Euroliva", fábrica de bagaço fechada há mais de nove anos, ainda conserva uns bons litros de bebida. O problema é que está depositada em reservas que começam a contaminar os solos e, consequentemente, os lençóis de água. Entre trocas de argumentos, ninguém percebe de quem é aquilo nem quem tem a competência para agir. Acho, francamente, que a Câmara Municipal e as autoridades policiais já deviam ter feito algo mais. Esperemos por desenvolvimentos...
publicado por André S. Machado às 21:58

Um blog de André S. Machado
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

16

18
20
21
22

26
27


Ligações
Pesquisa
 
blogs SAPO